imagemEvento
Event Type: SEMINÁRIO
Event Period: Jun 24, 2020 a Jul 15, 2020 (Evento encerrado)
About:

Aspectos estéticos, educacionais e políticos do teatro (Platão, Voltaire, Rousseau e Bertolt Brecht)

 

EMENTA: Aborda-se alguns aspectos estéticos, educacionais e políticos sobre o tema do teatro em autores como: Platão, Aristóteles, Voltaire, Diderot, Rousseau e Bertolt Brecht. Perceber possíveis articulações entre Filosofia e Teatro. Conhecer a produção de alguns autores sobre a questão do teatro. Desvelar relações do teatro com a filosofia e suas fronteiras nem sempre bem vigiadas.

 

PROPOSTA: Apresentar a compreensão e discussão acerca do teatro a partir de aspectos estéticos, mas também, políticos e educacionais contidos no pensamento ocidental, visando à abordagem de textos de alguns autores. Explicar as questões abordadas a partir de alguns recortes operados pelo pensamento estético no que se refere ao teatro.

Módulo 1: O olhar do trágico e da comédia pelo poeta e sua interpretação pela filosofia na Grécia.  Dia: 24/06

Horário: 16h

Prof. Dr. José Assunção Fernandes Leite

 

Referências:

BRANDÃO. Junito de Souza. Teatro Grego: tragédia e comédia. 3ª Ed. Petrópolis/RJ: Vozes, 1985
 

GAZOLLA. Rachel. Para não ler ingenuamente uma tragédia grega. São Paulo: Loyola. 2001

PLATÃO. A República. Tradução: Maria Helena da Rocha Pereira. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2001.

 

______. Íon: sobre a inspiração poética. Tradução: Henrique Graciano Murachco. In: Educ. e Filos., Uberlândia, MG, jan./dez. 1991.

 

 

Módulo 2: Voltaire e o uso das máscaras para além do teatro

Profa. Dra. Zilmara de Jesus Viana de Carvalho

Dia: 01/07

Horário: 16h

 

Referências:

FAÇANHA, Luciano da S. Teatro, um quadro das paixões humanas:  crítica ao etnocentrismo, corrupção do gosto e degeneração dos costumes em Rousseau. Curitiba, São Carlos: Dois pontos, volume 16, número 1, p. 214-235, agosto de 2019, p. 214-235.

 

GOULBOURNE, Russel. As máscaras de Voltaire: teatro e teatralidade. In: Compêndio da Cambridge sobre Voltaire. Tradução Cristian Clemente. São Paulo: Madras editora ltda., 2010.

 

MATTOS, Franklin de. A querela do teatro no século XVIII: Voltaire, Diderot, Rousseau. Rio de Janeiro: Cadernos do Departamento de Filosofia da PUC-Rio: O que nos faz pensar, v. 18, nº 25, agosto de 2009, p. 07 – 22.

 

SOUZA, Maria das Graças de. Ilustração e História. O pensamento sobre a história no Iluminismo Francês. São Paulo: Discurso editorial, 2001.

 

VOLTAIRE. Cartas Inglesas; Dicionário filosófico. Tradução Marilena de Souza Chauí, Bruno da Ponte e João Lopes. In: Textos Escolhidos. São Paulo: Nova Cultural, 1984. (Os Pensadores).

 

 

Módulo 3: Crítica a função educacional e política do teatro em Rousseau

Prof. Dr. Luciano da Silva Façanha

Dia: 08/07

Horário: 16h

 

Referências:

CARLSON, Marvin. A França setecentista. In: Teorias do teatro: estudo histórico-crítico dos gregos à atualidade. Tradução: Gilson César Cardoso de Souza. São Paulo: Editora UNESP1997.

 

D’ALEMBERT, Jean Le Rond. Genebra. In: ROUSSEAU, Jean-Jacques. Carta a d’Alembert sobre os espetáculos. Tradução: Roberto Leal Ferreira. Campinas, SP: Editora da UNICAMP, 1993.

 

DIDEROT, Denis. Discurso sobre a poesia dramática. Tradução, apresentação e notas: Franklin de Matos. (Coleção Elogio da Filosofia). São Paulo: Editora Brasiliense. 1986.


FAÇANHA, Luciano da Silva
. TEATRO, UM QUADRO DAS PAIXÕES HUMANAS: crítica ao etnocentrismo, corrupção do gosto e degeneração dos costumes em Rousseau. DOIS PONTOS (UFPR) DIGITAL, v. 16, p. 215-235, 2019.


FAÇANHA, Luciano da Silva; SILVA, Antonio Carlos B. A essência e a representação: uma análise acerca da crítica da imitação teatral em Rousseau. IPSEITAS, v. 5, p. 1-14, 2019.

 

MATOS, Franklin de. A filosofia no palco. (Curso Livre de Humanidades). São Paulo: Abril Cultural, 2006.

 

ROUSSEAU, Jean-Jacques. Carta a d’Alembert sobre os espetáculos. Tradução: Roberto Leal Ferreira. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 1993.

 

SALINAS FORTES, Luiz Roberto. Dos jogos de teatro no pensamento pedagógico e político de Rousseau. São Paulo: Discurso, nº 10, 1979.

 

__________. Paradoxo do espetáculo: política e poética em Rousseau. São Paulo: Discurso Editorial, 1997.

 

__________. Rousseau, o teatro, a festa e Narciso. São Paulo: Editora Polis, 1988. p. 13-43. (Discurso 17 – Revista do Departamento de Filosofia da FFLCH da USP).

 

Módulo 4: Efeito de estranhamento, citação do gesto e interrupção da ação: algumas considerações sobre pedagogia e política no teatro de Brecht

Prof. Dr. Luís Inácio Oliveira Costa

Dia: 15/07

Horário: 16h

 

Referências:

ARENDT, Hannah. Bertold Brecht. In: Homens em tempos sombrios. São Paulo: Companhia das letras, 1987.

 

BENJAMIN, Walter. Escritos sobre Brecht. São Paulo: Boitempo, 2019.

 

BORNHEIM, Gerd. Brecht: a estética do teatro. Rio de Janeiro: Graal, 1992.

 

BRECHT, Bertold. Dramaturgia não-aristotélica. (Seleção de textos e tradução de Luciano Gatti). In: Revista Artefilosofia. N. 14. Ouro Preto: UFOP, 2013.

 

JAMESON, Fredric. O método Brecht. Petrópolis: Vozes, 1999.

 

ROSELFELD, Anatol. O teatro épico. São Paulo: Perspectiva, 2004.

SIGEVENTOS | Superintendência de Tecnologia da Informação - (98) 3272-8000 | Copyright © 2006-2022 - UFMA - event-1.event.sigs.svc.cluster.local v3.5.0-73